Bem-vindo ao PortugalAves

Observação de aves no século 21

Notícias e recursos

7º Festival de Observação de Aves decorre entre 30 de set. a 5 de out.

7-Final-PT-01

Não perca mais uma edição do evento dedicado às aves e à migração! O programa ainda não se encontra disponível, mas conte com as habituais saídas para observar as aves, com as saídas de barco para ver golfinhos e aves marinhas, passeios a pé para apreciar e conhecer melhor a flora da região e muito convívio entre os participantes!

A completar estes seis dias dedicados a mostra que Natureza e lazer podem ter uma relação perfeita, os participantes podem usufruir da beleza de Sagres, da sua gastronomia e sossego!

Brevemente teremos mais novidades!

ArribAves’16 | O evento das aves do Douro Internacional está a chegar

ArribAves_cartaz_2016-2

De 24 a 26 de junho, Urrós e Bemposta, em Mogadouro, são as anfitriãs do ArribAves’16, um festival que junta Natureza, Gastronomia e Cultura. Não perca esta oportunidade de visitar o Douro Internacional e ficar a conhecer melhor a zona na companhia de anfitriões locais.

Link: Saiba mais

NOVIDADES | Atlas das Aves Nidificantes de Portugal

atlas

A primeira folha informativa do III AAN já está disponível. lém de um breve resumo sobre a época 2015, destacamos algumas novidades e incentivos para colaborar na época de 2016.

Link: Saiba mais

Submissão de artigos para a revista Airo até 31 de maio

airo_19

Está aberto o período de submissão de artigos para a revista Airo n.º 24, até 31 de maio de 2016. O Airo é uma revista científica que publica artigos em todos os campos da Ornitologia. A sua área de eleição compreende a Península Ibérica e as ilhas da Macaronésia.

O Anuário costuma ser publicado anualmente e os autores devem respeitar algumas regras que podem ser consultadas no site da SPEA.

Link: Saiba mais

Mais uma edição do encontro “Aves de Barroso”

teste

O encontro “Aves de Barroso” é uma atividade da iniciativa do PAPAVENTOS – Clube de Desportos de Montanha de Montalegre, tendo como parceiros o Município de Montalegre, o Ecomuseu de Barroso, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, a Junta de Freguesia de Tourém, a Junta de Freguesia de Pitões das Júnias e a AXA de Montalegre.
Este será um fim de semana de primavera em que se juntam observadores de aves e apaixonados pela natureza, com o objetivo de visitar alguns locais da Região de Barroso para tentar observar e fotografar algumas das espécies emblemáticas tais como a escrevedeira-amarela, a sombria, o picanço-de-dorso-ruivo, a alvéola-amarela, o chasco-cinzento, o dom-fafe, a petinha-das-árvores, o tartaranhão-azulado, o cartaxo-nortenho, entre outras.

Link: Saiba mais

Censo de Aves Comuns de 2016 já começou!

poupa_joao_dias_de_sousa (3)

Sabe reconhecer as aves comuns pelos cantos e pela vista? Junte-se a mais um ano de campanhas de amostragens para aves comuns, em abril e maio e contribua para este importante programa europeu de monitorização das espécies comuns da Europa. Saiba que o Índice de Aves Comuns é utilizado como Indicador da Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável e o índice de Aves Comuns de Zonas Agrícolas é utilizado como indicador do Programa de Desenvolvimento Rural. Em conjunto com dados de programas similares noutros países da Europa, os nossos dados estão a produzir indicadores para medir o progresso relativamente às metas estabelecidas pela Convenção sobre Diversidade Biológica e pela União Europeia de travar o declínio da biodiversidade.

Link: Saiba mais

Desafio eBirder do mês de abril

GBD_get involved_featured

O desafio eBirder deste mês, patrocinado por Carl Zeiss Sports Optics, tem como foco o registo em escala precisa e ajuda a promover bons hábitos de seleção de localização eBird. Quase tudo em eBird depende de escolher a sua localização de forma correcta e precisa. Quer seja online ou com eBird Mobile, ter uma localização precisa associada às aves que observa, torna a suas checklists precisas e minuciosas, ajuda-o a si e aos outros a reencontrar as aves reportadas, e o mais importante, fornece aos cientistas e conservacionistas, os melhores dados possíveis permitindo tudo desde analíses locais a modelos globais. O eBirder do mês será seleccionado entre os observadores de aves que em Abril submetam 15 ou mais checklists completas sem-X como contagens imóveis (fixas) ou contagens de viagens de 2 kilometros (1.25 milhas) ou menos e 5 horas ou menos . Isto significa que se requer um mínimo de 15 listas; se pensar em milhas, basta registar em apenas uma milha ou menos. Os vencedores serão notificados no dia 10 do mês seguinte.

Link: Saiba mais

Global Big Day—Participe

042016_EBM__featured

Marque no seu calendário— deste sábado a seis semanas, no dia 14 de Maio, será o Global Big Day! Para os de nós que vivem em climas mais a norte, o auge da Primavera de meados de Maio parece ainda estar muito longe, com os tentadores primeiros migradores que começam a aparecer e a dar-nos pistas do que está para vir. O nosso objectivo com este artigo é ajudá-lo com os preparativos para o seu Global Big Day – garantindo que tirará o melhor partido do seu eBird e GBD na sua área e comunidade. Após a leitura, deverá saber como encontrar aves ao seu redor utilizando eBird, como incentivar os seus amigos e companheiros de observação a participar, e como garantir que o eBird está a ajudá-lo no máximo possível.

Link: Saiba mais

Deu-se início à segunda época de campo do 3º Atlas das Aves Nidificantes

Jose_Viana3

Teve início no dia 15 de março a segunda época de campo do 3º Atlas das Aves Nidificantes de Portugal. Os trabalhos iniciaram-se para o Centro e Sul de Portugal Continental e para a Madeira. Nos Açores e no Norte só iniciam em 1 de abril.

A metodologia das visitas sistemáticas é a mesma, focada na contabilização de indivíduos de cada espécie, no registo do maior número de espécies possível e nos códigos de nidificação mais elevados. No entanto, existem dois ajustes opcionais que poderão ser aplicados em determinadas condições, a possibilidade de se realizar apenas uma visita em determinadas quadrículas remotas e a opção de não contar nas visitas de 30 min. Infelizmente não haverá qualquer apoio para a deslocação dos colaboradores de campo. Mas estão a ser preparados vários incentivos, com prémios e aproveitando eventos, como o Congresso de Ornitologia e o Global Big Day, que acreditamos vão incentivar a participação.

Link: Saiba mais

A contar todos os priolos do mundo numa semana

cartaz_atlas_priolo - Cópia

Vai ter lugar de 27 de junho a 2 de julho o III Atlas do Priolo nos concelhos do Nordeste e Povoação, mais propriamente na Zona de Proteção Especial Pico da Vara/Ribeira do Guilherme e área envolvente.

O Atlas do Priolo é organizado de 4 em 4 anos pela SPEA e é um projeto pioneiro que foi realizado pela primeira vez em 2008. Este Atlas assenta na participação de um grande número de voluntários (cerca de 50), que desta forma obtêm registos em toda a área de distribuição desta espécie em apenas uma manhã, depois de uma semana de formação e preparação.

Procura-se assim tirar uma “fotografia” da população mundial de priolos, visto que esta espécie em todo o Mundo só existe nesta área. É por isso uma iniciativa de características pouco comuns mesmo a nível mundial.

Link: Saiba mais