Notícias e recurso

Como usar o eBird durante o Global Big Day

Snowy Owl

Dia 9 de maio é o Global Big Day, o dia em que o eBird e o Laboratório de Ornitologia de Cornell vão montar uma rede de observadores no mundo todo para sair e contar aves, com o propósito de contribuir para sua conservação no mundo. Nosso objetivo é obter registros de mais de 4.000 espécies no eBird em um único dia, levantando US$500.000,00 que serão destinados à conservação de aves. Tudo que você precisa fazer para se juntar a este esforço é sair para passarinhar e enviar seus dados para o eBird, e isso é fácil e divertido. Não é necessário passar 24 horas passarinhando no dia 9 de Maio, pois mesmo uma hora ou dez minutos já serão uma grande ajuda. Não esqueça: se você enviar cinco ou mais listas durante o Global Big Day, você pode ganhar um binóculo! Sabemos que muitas pessoas que enviarão listas neste dia estarão usando o eBird pela primeira vez, e por isso este artigo foi escrito como uma introdução, para ensinar a você como usar o eBird durante o Global Big Day, e daí em diante.

Continue lendo para obter informações sobre como enviar seus registros, torná-los mais valiosos para a biologia da conservação, e aprender alguns truques e dicas para encontrar muitas aves.

Sabemos que existem dois extremos de esforços para a observação de aves durante o Global Big Day. Algumas pessoas passarão alguns minutos fazendo listas em seu jardim ou em seu lugar habitual para observar passarinhos, enquanto outras estarão na frente do relógio às 23:59 esperando que chegue a meia-noite, e passarão as 24 horas seguintes como loucos registrando aves. Essas duas formas, assim como qualquer alternativa intermediária, são igualmente bem-vindas e encorajados como parte do Global Big Day. Todos nós estamos aqui para celebrar as aves, a conservação e a diversidade em escala global, não importa quanto tempo passamos observando e identificando passarinhos.

Agora você está pronto para sair e passarinhar, mas não tem certeza sobre como adicionar seus dados no eBird, ou quais as regras para usar o eBird durante o Big Day? Nós vamos ajudar você.

Como envio meus dados para o eBird durante o Global Big Day?

Para que seus registros contem para o Global Big Day, você precisa enviá-los para o eBird na forma de uma ou mais listas.

Se você acaba de ser apresentado ao eBird, temos um artigo que deve ajudá-lo no processo, desde abrir uma conta até enviar sua primeira observação: leia aqui. Nossa página Como Começar tem dicas adicionais, caso você tenha mais dúvidas.

Cada ave conta durante o Global Big Day. Seja um sabiá em seu jardim, ou uma espécie criticamente ameaçada em alguma ilha remota – nós queremos esta informação.

Dicas para usar o eBird durante o Global Big Day

 Alguns de vocês são tão loucos por passarinhar como nós, e também têm planos de dedicar um grande esforço para enviar listas durante o dia 9 de maio. Por outro lado, a grande maioria não planeja despender tanto esforço assim na observação de aves, e provavelmente pretende passarinhar durante no máximo algumas horas. Qualquer que seja o caso, serão geradas uma grande quantidade de dados que podem ser valiosos para a ciência, se vocês enviarem suas observações para o eBird, assegurando que estão enviando estes dados da forma mais apropriada! Queremos que sua participação no Big Day seja divertida, mas também queremos que represente uma contribuição importante para a conservação, para a ornitologia, e para futuros observadores de aves. Aqui estão sete dicas que ajudarão a melhorar a qualidade dos seus dados enviados para o eBird, e também aumentar a quantidade de aves que você conseguirá encontrar:

Importante: essas dicas estes não são essenciais, mas ajudam a fazer com que seus registros contribuam para ajudar a ciência e a conservação de aves no mundo

  1. Explore os pontos mais populares de observação (hotspots de observação) em sua região, antes de ir para o campo. O explorador de hotspots do eBird é uma forma fantástica de saber mais sobre lugares bons para se observar aves, e para conhecer melhor as aves que estão sendo registradas em sua região. Se você decidir ir observar aves em um hotspot de observação, assegure-se de enviar sua lista para o hotspot, em vez de criar uma nova localidade pessoal. Se você não vai passarinhar em um hotspot, tudo bem também! Você pode criar uma nova localidade para este local onde você foi passarinhar.
  2. Faça diversas listas locais durante o dia. Esta é uma das maneiras mais importantes de assegurar que suas listas no eBird tenham um grande valor para a ciência, e isto é especialmente importante no Big Day. Seus registros devem ser divididos para cada localidade que você visita, sempre que possível. Isto serve para evitar listas que colocam aves marinhas em topos de montanha, e aves de altitude em praias oceânicas. Uma boa regra é a seguinte: se você tem que dirigir seu carro até a próxima localidade, fa;ca uma lista separada para ela.
  3. Mantenha o registro dos avistamentos no campo. Quando você sair para pasarinhar, tente registrar o que viu em cada ponto antes de passar para o seguinte. A melhor forma de fazer isso é usar o aplicativo BirdLog (diponível em BirdsEye) em seu smartphone, enquanto está no campo. Em breve o eBird terá uma nova versão deste mesmo aplicativo, então fique ligado! Se não tiver um smartphone, anote seus registros em um caderno de campo, juntamente com a hora de início, distância percorrida, e todas as anotações que você vai querer usar depois. Dê entrada nos registros assim que puder, enquanto os detalhes de sua passarinhada ainda estiverem frescos em sua cabeça.
  4. Cada lista deve ser uma lista completa. Tudo que você tem que fazer para que isto aconteça é assegurar que está anotando todas as espécies identificadas, mesmo as mais comuns que você já registrou mais cedo no mesmo dia. Listas contendo todas as espécies identificadas são muito mais úteis para a ciência baseada nos registros do eBird do que as listas que contam apenas as espécies mais importantes.
  5. Inclua detalhes escritos, especialmente para aves raras. É muito bom ter comentários escritos em sua lista, para serem lidos por outras pessoas que vão consultar sua lista e estão curiosas sobre as aves que você viu, quanto para você mesmo! Sempre gostamos de olhar as listas que fizemos alguns anos atrás para reviver os momentos, e temos certeza que você também! Assegure-se de que os detalhes que identificam as espécies raras mencionam as marcas características que você observou, e como eliminou as espécies parecidas. Um artigo excelente sobre como escrever sobre estes detalhes pode ser encontrado aqui.
  6. Leve uma câmera. Cameras realmente ajudam na hora de documentar aves raras, e hoje em dia são bastante leves e pequenas. Você pode usar sua câmera para documentar todas as aves raras que avistar, e ainda tirar fotos para adicionar às suas listas, tendo como reusltado algumas listas lindamente ilustradas como esta.
  7. Siga o Global Big Day! No sábado, a página HQ do Big Day será atualizada em tempo real, enquanto as pessoas submetem suas observações no mundo inteiro. A página do eBird no Facebook será atualizada com o progresso to time de Cornell, Sapsucker, ao longo do dia, e você pode acompanhar isto na página HQ do GBD também.
Nosso muito obrigado ao Observatório de Aves do Instituto Butantan e à SAVE Brasil , não apenas pela tradução dos textos sobre o uso do eBird, mas também pelo entusiasmo e a participação que ajudaram a criar no Brasil. Estamos impressionados com o que temos visto até agora, e mal podemos esperar para ver os resultados do Global Big Day! Times de observadores estarão por todo o país, incluindo o do Observatório de Aves do Instituto Butantan, que irá de Paraty a Cunha, do nível do mar até 1700m de altitude, amostrando uma das maiores diversidades que a Floresta Atlântica tem a oferecer. Irá o Brasil ver mais espécies de aves do que qualquer outro país durante o Global Big Day? Saberemos em breve!

E, é claro, o mais importante: vá passarinhar e contribua com seus registros para a conservação de aves no planeta! No final do dia, todos compartilharemos interesses comuns que vão além de qualquer idioma ou barreira cultural, profissões, tendência política ou modo de vida. Todos nós gostamos de aves, e vamos mostrar isso no Global Big Day. Quase 100 países já confirmaram sua participação, e centenas de pessoas no mundo inteiro vão enviar seus dados para o eBird no dia 9 de maio.

Este é verdadeiramente um Global Big Day. Obrigado.