Notícias e recurso

Começando

Urubu-rei. Foto: Ciro Albano

Bem-vindo ao eBird! Agora você faz parte de uma rede global de observadores de aves, pesquisadores e conservacionistas, unidos pelo interesse nas aves e no mundo natural. Mais de 200 mil pessoas já usaram o eBird, submetendo mais de 260 milhões de observações de aves de todos os países. Esteja você registrando as aves vistas da janela de sua casa, ou passando o seu dia fazendo trilhas em montanhas remotas atrás de alguma espécie rara – nós queremos suas observações! Qualquer ave, a qualquer hora, a qualquer lugar. Agora, você está pronto para ir observar aves, mas você pode não ter certeza de como colocar seus avistamentos no eBird, ou quais são as melhores práticas para o eBirding. Fique tranquilo, esse artigo tem tudo o que você precisa para começar.

Como eu faço para submeter meus avistamentos no eBird?

Para que os seus avistamentos apareçam no eBird, eles devem ser inseridos como uma ou mais listas.

Se você está começando a usar o eBird, nós temos um artigo que pode ajudá-lo com o processo todo – da criação de uma conta até a inserção de sua primeira observação: leia aqui. Nossa página Getting Started tem informações adicionais, caso você tenha mais dúvidas.

Para visualizar os nomes das aves no idioma de sua escolha, vá até as Preferências. Aqui você pode escolher os nomes comuns das aves que você quer ver, assim como os nomes científicos.

Todas as aves contam no eBird. Seja ela um sabiá-laranjeira em seu quintal, ou uma espécie criticamente ameaçada em uma ilha remota – queremos saber dela! Foto: Ciro Albano

Melhores práticas para o eBirding

Não importa o quanto você é apaixonado pelas aves, você tem o potencial de levantar dados valiosos para a ciência, se você fizer o upload de suas observações para o eBird e usar um tempinho para ter certeza que você está submetendo seus avistamentos da forma mais apropriada. Queremos que o seu eBirding seja muito divertido, mas também queremos que tenha o mais alto valor para a conservação, ornitologia e outros observadores de aves. Aqui vão 6 dicas que vão te ajudar a melhorar a qualidade de seu eBirding, e também aumentar o número de aves que você pode encontrar:

Importante: esses não são requerimentos, mas são as melhores formas de fazer com que os seus avistamentos possam contribuir para ajudar a ciência e a conservação das aves globalmente.

  1. Faça diversas listas dos locais durante uma saída de observação de aves. Essa é uma das maneiras mais importantes de aumentar o valor do seu eBirding para a ciência, e é especialmente verdade para um dia inteiro de observação de aves. Seus avistamentos devem ser quebrados, o máximo o possível, entre os locais que você visita. Queremos evitar listas que colocam aves marinhas em topos de montanhas, ou aves de altitude em praias. Uma regra básica: se você tem que ir dirigindo até a sua próxima localização, faça uma lista separada para o novo local.
  2. Mantenha o controle e organização de seus avistamentos no campo. Enquanto estiver observando aves, tente manter o controle e a organização das aves que você avista em cada parada, antes de mudar para o próximo ponto. A maneira mais fácil de fazer isso é utilizando o app do eBird (disponível aqui) em seu iPhone enquanto estiver no campo. Se o seu telefone é Android, você pode utilizar o BirdLog. Em breve iremos lançar uma versão do app do eBird para Android, que irá substituir o BirdLog. Caso você não tenha um smartphone, anote seus avistamentos em papel, junto com a hora de início, distância e qualquer nota que você considere relevante. Insira os avistamentos no eBird assim que você puder, para que os detalhes das suas observações ainda estejam frescos na sua cabeça.
  3. Faça de cada lista uma lista completa. Tudo que você tem que fazer é ter certeza que você está anotando todas as espécies identificadas, até mesmo as comuns, que você já reportou mais cedo no mesmo dia. Listas de todas as espécies identificadas são muito mais úteis para as análises científicas dos dados do eBird do que listas que somente incluem espécies de destaque.
  4. http://help.ebird.org/customer/portal/articles/1006361-are-you-reporting-all-speciesInclua detalhes escritos, especialmente para aves raras. É ótimo ter comentários escritos em seu checklist, tanto para as pessoas vendo a sua lista e que estão curiosas sobre as aves que você viu, quanto para você mesmo! Nós sempre gostamos de olhar listas de alguns anos atrás e reviver as saídas de observação de aves, e temos certeza que você também gosta disso! Assegure que os detalhes de aves raras realmente mencionam as marcas de campo que você observou, e como você eliminou espécies similares. Um excelente artigo sobre como escrever esses detalhes de apoio podem ser encontrados aqui.
  5. Traga uma câmera. Câmeras realmente ajudam a documentar aves raras, e atualmente costumam ser pequenas e leves. Você pode utilizar sua câmera para documentar quaisquer aves raras que você encontrar, e também tirar fotos para serem incluídas em seus checklists, criando lindas listas ilustradas, como essa aqui.
  6. Explore os “Hotspots” de observação de aves em sua área antes de ir para o campo. O Hotspot Explorer do eBird é uma maneira fantástica de descobrir bons locais para visitar para avistar aves, e aprender mais sobre o que está sendo visto em sua área. Se você decidir observar aves em um hotspot do eBird, lembre-se de fazer o upload de seu checklist para o hotspot, ao invés de criar uma nova localização. Se você não for observar aves em um hotspot, isso também é ótimo! Você pode criar uma nova localização para o local onde você foi observar aves.

Surucuá-grande-de-barriga-amarela (Trogon viridis). Foto: Ciro Albano

Explorando os dados do eBird

Bem, agora que você já submeteu suas observações de aves, você irá querer aprender como olhar esses avistamentos. Você quer ver e explorar os registros que você submeteu, e ver as listas de aves que você viu? Então Meu eBird é o local para você. Confira. E se você estiver pensando naquele parque do outro lado da rua, o que as pessoas já viram lá? Quer saber sobre todas as aves vistas em uma localização? Aqui está. Talvez você só queira achar uma determinada espécie, ou uma ave rara específica que você sabe que as pessoas têm visto em algum lugar.Então você quer saber tudo sobre uma ave específica – veja como.

Essa é apenas a ponta do iceberg – você pode encontrar todas as espécies que você não viu em uma região; inscreva-se para notificações por e-mail para aves raras ou incomuns; ou mesmo assistir um mapa ao vivo de submissões do eBird no mundo todo. Tudo isso e muito mais pode ser encontrado da seção Explore Dados. Aproveite!

Mais importante, vá lá fora, veja algumas aves, e faça com que seus avistamentos contribuam com a conservação das aves globalmente! No final das contas, todos nós compartilhamos interesses em comum, que vão além de qualquer idioma ou barreiras culturais, além de profissões, inclinações políticas, ou modos de vida. Todos nós nos preocupamos com aves, e estamos aqui para mostrar isso no eBird. Milhares de listas são submetidas diariamente – cada uma delas aumentando nosso entendimento das aves ao redor do mundo. Estamos ansiosos para ver as suas.

Nada disso seria possível sem eBirders como você! Obrigado!